alguém procura por uma ideia

Alguém procura por uma ideia

Neste momento, alguém pode estar procurando por ideia, seja pelo Google, ou pelos seus amigos, familiares ou vizinhos, mas está procurando esta ideia. Qual ideia? Não sei.

Pode ser uma ideia para mudar o mundo na forma de pensar e agir, pode ser uma ideia de fazer um filme, pode ser uma ideia para melhorar o relacionamento familiar, pode ser uma ideia para combater o aquecimento global, pode ser qualquer coisa, desde que essa ideia mude alguma coisa na vida da pessoa ou no mundo. Mas quem terá essa ideia?

Parece obvio, mas as pessoas devem procurar as ideias, e não a ideia procurarem por nós. Isso porque as pessoas esperam alguém pensar, alguém que pense por elas, alguém que faça por elas. Mas não é assim que funciona, a ideia nasce quando uma pessoa necessita de algo, ou quando uma pessoa quer entender algo.

Veja bem, para se comunicar com uma pessoa de outro país de uma forma instantânea, alguém teve a ideia de inventar o telefone. Quando alguém quer gravar aquele momento especial da vida, alguém teve a ideia de inventar a câmera fotográfica. Quando alguém quer ver algo mais longe, algo muito distante sem precisar sair do lugar, alguém teve a ideia de inventar o telescópio assim como para estudar algo ainda menor, alguém inventou o microscópio.

E veja, melhor que isso, é que essas ideias não foram descartadas, pelo contrario, estas ideias estão passando por evoluções, ficando cada vez mais aperfeiçoadas.

Estas descobertas mudaram as pessoas no passado na forma de pensar, porque antes não se acreditava que o Sol era o centro do sistema solar, antes não conheciam um mundo inferior como os vírus, as bactérias, as células, etc. e nós? estamos aqui, ainda, sentado de frente de um computador vendo o feed de notícias do Facebook.

É claro que desse jeito não vamos a lugar nenhum. É verdade que com a evolução, não há mais o que se descobrir, mas há o que modificar. E falando em modificar, existem milhares de coisas para serem feitas.

Os protestos brasileiros foi só o início de uma boa mudança, mas esses protestos estão diminuindo, não se falam mais neles como era alguns meses atrás. Tudo está voltando a ser como era e pior que isso, não houve grandes mudanças, ainda.

Você não quer ter seu próprio nome lembrado pela história? Não digo ser popular simplesmente por ser ator/atriz ou fazer qualquer besteira no YouTube, já que qualquer besteira é moda para muita gente. Mas digo em pensar e fazer e se tornar popular pelo que descobriu, o que acreditou, pelo que fez, ainda que seja uma letra de música, ainda que seja um livro, ou qualquer outra coisa, porque o que precisamos hoje é de criatividade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *