Qual tipo de herói você é? #SuperHerói

Sabemos que todos os heróis que existem nada mais são do que uma variação da capacidade que o homem não possui. Às vezes, temos essa vontade de ser um ‘super eu’ capaz de correr na velocidade da luz, ou levantar um peso incrível, ou até ser capaz de voar. Nesse sentido, nossa imaginação vai longe. Mas porque existem esses super-heróis, e qual deles você poderia ser?

Somos nossos próprios heróis

Mesmo o super-homem, aquele que nunca se deixou levar por suas emoções e nunca apareceu deprimido, estando sempre sério, e algumas vezes fazendo brincadeiras, já ficou frustrado. E quando ele fica frustrado, resolve as coisas na violência e na agressividade. Quando as coisas não estão indo como o planejado, ele sempre demonstra resistência e nunca se dá por vencido.

Na realidade, não temos super poderes, temos escolhas. Há uma bonita frase que diz “sempre há um caminho para alcançar aquilo que sonhamos”. Quando escrevemos em um blog, não fazemos isso por qualquer coisa. Mesmo que seja um ‘parabéns’ nos comentários, mas fazemos por querer algo em troca no futuro, além de ter a força de ajudar as pessoas de alguma forma.

Por quê podemos ser heróis sem super poderes?

Heróis são criados para nos motivar, inspirar, criar coragem de enfrentar nossos desafios. Na realidade, não temos monstros capazes de destruir cidades, mas temos nossos próprios monstros, que nada mais são que os nossos medos. Para um blogueiro, seu desafio é manter seu blog vivo por muito tempo, sem prazo para terminar. E seu maior medo é desistir e parar no meio do caminho, sem ter um rumo para onde deve ir.

O super-homem tem a kriptonita como seu ponto fraco, que remove seus super poderes e pode levá-lo à morte. Um blogueiro também tem kriptonitas como ponto fraco que tira suas forças.

Nosso ato de escrever e ajudar alguém que procurava por aquilo que escrevemos, quer dizer que nossas ações foram úteis para alguém. Quando recebemos comentários, curtidas nas redes sociais, mensagens de contato, e demais meios de comunicação, sabemos que nosso trabalho está surtindo efeito para alguém, e isso mostra que vale a pena continuar fazendo para ajudar mais gente.

 

Não temos super poderes, mas fazemos a salvação

Parar uma hora para pensar em que vamos escrever, já nos faz refletir um pouco sobre aquele assunto. Você é um professor e está passando informações para seus alunos visitantes, que ainda não sabem o seu jeito de trabalhar e de publicar conteúdo. Cada pessoa que escreve em um blog, tem sua própria maneira de lidar com as pessoas, e podemos notar isso visitando blogs que sejam do mesmo assunto que o nosso.

 

Assim, em que perfil de super blogueiro você se encaixa? Veja nas opções abaixo:

  • Veloz: é aquele que produz muito conteúdo em um curto período de tempo, escreve muito durante a semana e não gasta tanto tempo escrevendo, pois já tem habilidade de escrita.
  • Resistente: é aquele que pode não ser tão rápido na escrita, escreve com menos frequência, mas ele suporta um ou mais blogs durante muitos anos, sem desistir de nada ou abandonar qualquer projeto.
  •  Inteligente: é aquele que não se preocupa em escrever tanto conteúdo, mas o pouco que escreve, já diz muita coisa, é algo como um filósofo, alguém que faz conteúdos inteligentes e profundos.
  • Multifuncional: é um blogueiro que faz pouco para si e muito para outros. é um blogueiro que faz conteúdo terceirizado para ouros blogs e gosta de divulgar sua imagem na internet.
  • Pessoal: um blogueiro que compartilha suas próprias experiências e sua vida no dia-a-dia. Não se preocupa com formalidades nem em tornar o blog mais popular.
  • Informativo: é um blogueiro que está constantemente repassando notícias, informações que está dentro de sua área e não está muito focado em produzir suas próprias matérias.
  • Popular: é aquele que pode até ter um blog próprio, e muitas vezes seu nome pode ser usado como referência de boa qualidade, muitos pedem parcerias, e tem acesso diário relativamente grande.

E aí, encontrou seu perfil? Acha que está faltando alguma coisa? Você pode deixar sua opinião nos comentários.

Antes de terminar, vou só deixar claro uma coisa: como é você seu próprio herói, só depende de você resistir aos desafios mais comuns que todo o blogueiro acaba passando. Pois será você quem salvará seu blog de futuros problemas que vão ocorrer, e depende de suas escolhas de como você pode resolvê-los.

Até mais

 

Links úteis

Qual a potencia do seu blog?

5 modos para você não ficar desanimado com o seu blog

5 coisas que levam um Blogger ao sucesso

Marketing Pessoal: um importante recurso para você
Metas: Agora é a hora de rever as estratégias

Enrico Prenholato

Com paixão pela tecnologia e compartilhamento de informação idealizou a criação desse blog. Seu objetivo é compartilhar suas experiências de forma simples e didática aos seus leitores. Profissionalmente realizou cursos de informática, Hardware, Inglês e TI.