Limite de internet no Brasil #InternetJusta

A internet inteira por aqui está agitada por causa de uma repentina adoção de limite de dados, chamado de franquia, imposta por operadoras de grande porte no Brasil. Mas, porque este tema está aqui? Por que tantas pessoas estão contrariando ao limite de internet? Saiba de algumas informações importantes abaixo sobre como isto pode te afetar e como agir diante desse problema grande.

Entenda como é uma franquia

Pense num pacote de arroz de 5Kg, o que você poderá comer será só o que está nesse pacote. Um limite de franquia de 100 GB de internet será o quanto de dados você poderá baixar (Download) e subir (Upload). E a velocidade da internet seria mesma coisa que a velocidade que você comerá o pacote de arroz. Quanto mais rápido você comer, mais rápido o pacote acaba. Por isso, existem as velocidades de X MB/s. Tome cuidado para você não contratar um plano com internet de alta velocidade, mas limite de franquia baixo, pois não adiantará nada, em poucos dias tudo já terá sido desperdiçado.

Agora que já entendemos sobre a franquia, vamos explicar o que está acontecendo:

Concorrência está no ar…

Após a Vivo declarar que vai passar a por limite de franquia na internet, outras operadoras podem tentar fazer o mesmo em seus planos mensais de internet fixa. E isso irritou muita gente por aí. Vá no YouTube, entre no canal da Vivo, e veja se algum vídeo de propaganda deles, contém uma quantidade significativa de likes. Não julgue isso como os ‘Haters’ do YouTube, pois não são, na verdade, são as pessoas se manifestando contra as ações da Vivo.

Se você chegar ao limite de franquia da Vivo, eles muito provavelmente cortarão a sua internet. E se isso acontecer, não há o que fazer até o próximo mês. Uma alternativa ruim, é pagar mais caro para ter mais liberdade de franquia, o que acaba piorando a situação financeira de muitas pessoas.

Quem sofrerá com limite de franquia?

Quem tem planos simples, acaba também tendo uma franquia menor, o que poderá rapidamente se esgotar. Quem tem um plano maior, mas que usa intensamente a internet, como ver vídeos no YouTube, ver Netflix, baixar arquivos, jogar online, Youtubers, e além disso, sua família. Pois lembre-se, o plano que você paga é compartilhado na sua casa entre você, seu pai, mãe, irmão, irmã, primos, amigos, etc. O uso do Wi-Fi, ver Netflix na TV, acessar a internet pelo celular, tablet, notebook e PC, vai rapidamente consumir todo o plano com a operadora.

Se a Anatel estiver à favor da população, ela deve se manifestar sobre o assunto e proibir abuso nos planos das operadoras. Mas, pelo que se tem feito até agora, a Anatel não tem colaborado muito. Porém, ainda há esperança, existem órgãos de defesa do consumidor que estão tomando atitude sobre o assunto, é o caso da Proteste e Idec, além da página do Facebook Movimento internet sem limites. Você pode acessar os links ao lado e participar das campanhas e curtir a página no Facebook.

Obviamente, se você também trabalha com blogs, também entenderá o quão problemático esse limite pode ser. Pois além de usar a internet normalmente, também precisa usá-la como trabalho, e falando em trabalho, muitos podem perder seus empregos e empresas que se baseiam na internet como fonte de renda, serão altamente prejudicadas, até mesmo as empresas de grande porte, como Google, Facebook, Microsoft, entre outras. Isso acontece porque o Brasil tem uma população muito grande que acessa à internet todos os dias, se houver um limite, essas empresas serão prejudicadas aqui, inclusive você.

 

Links úteis:

Veja o que as operadoras têm a dizer sobre o limite de dados da sua banda larga

Inferno: a sua internet vai piorar com as novas limitações das operadoras

 

Veja também:

O que é informação para os blogs atualmente?
Programa de afiliados: o que seria?

Enrico Prenholato

Com paixão pela tecnologia e compartilhamento de informação idealizou a criação desse blog. Seu objetivo é compartilhar suas experiências de forma simples e didática aos seus leitores. Profissionalmente realizou cursos de informática, Hardware, Inglês e TI.