O poder do marketing e sua força na internet

O marketing hoje em dia está muito influente com a evolução da tecnologia. Basta você sair de casa e observar aquele banner 16:9 na garagem de um vizinho dizendo que ele é mecânico ou existe uma pessoa que faz concerto de computadores. Ou ainda mais fácil: abrir o navegador, entrar no Facebook e observar os posts patrocinados por diferentes grupos com o objetivo de levar você a clicar.

O sinônimo de Marketing

Você já deve imaginar que quando se trata de marketing + cliques, isso é sinônimo de dinheiro. É tão fácil ficar rico na internet que o tradicional “boca-boca” já ficou defasado. Mas, se é tão fácil ganhar dinheiro na internet, por que até agora não entrou um centavo na minha conta através do meu blog?

Acredite, se fosse fácil assim ficar rico na internet, uma pessoa com baixa renda poderia se tornar um milionário de um dia para o outro só por ter acesso à internet e criar seus projetos sem sair de casa. Só que o mundo está cheio de pobreza, mesmo que uma família de baixa renda possua acesso à internet.

Ah, então eu vou largar meu emprego e passar a trabalhar online“. Cuidado com esses pensamentos. A internet é um mundo chio de armadilhas, por mais encantador que seja. Sabe aquele delicioso hambúrguer que anunciam nos cartazes da lanchonete? Você fica babando de fome. Mas quando você recebe o hambúrguer de verdade, a realidade é outra. Isso acontece devido a “imagem meramente ilustrativa”. Isso faz com que uma empresa ofereça um produto, a imagem de anúncio é encantadora, mas o serviço de verdade não é a mesma coisa.

Na internet esse tipo de coisa não é diferente. Vários anúncios que vemos em toda parte são maravilhosos, mas na realidade não garantem que sejam maravilhosos da mesma forma que foi anunciado.

Pegadinha

Nem sempre os anúncios são confiáveis. Muitas pessoas aproveitam a facilidade de anunciar na internet para criar armadilhas para o usuário. Provavelmente você já deve ter visto coisas como “Ganhe $58.494,23 seguindo essas dicas”. Depois que você clica, o redirecionamento te leva até um site que te pede um cadastro, até mesmo o numero do cartão de crédito para efetuar o pagamento e receber as dicas. Quando você finaliza o cadastro, você descobre que não tem dica nenhuma, apenas que você foi enganado.

Mas vamos pular a parte da pegadinha e focar no “marketing de verdade”. Qual é a diferença do seu blog/site para o do seu concorrente? Por que ele tem mais acessos que você? Por que ele ganha mais dinheiro através de publicidade, sendo que você também é um publicitário, mas não tem o retorno de cliques que deseja? Qual a diferença do marketing dele para o seu?

As estratégias de anúncios

Divulgar seu blog nas redes sociais como Facebook e Twitter é algo básico para qualquer anunciante. A diferença é que seu concorrente tem mais curtidas e seguidores que você, além disso ele começou a anunciar um mês atrás, mas você já tem quase dois anos e ele já te superou em pouco tempo.

Anunciar em lugar requer dinheiro. Se você tem uma página no Facebook, ele certamente te avisa para impulsionar a publicação para você conseguir um maior público. A diferença é o quanto você está disposto a pagar para o Facebook para seu anuncio ser visto pelas pessoas. Pagar R$10 para impulsionar uma publicação te dá um tempo de cerca de uma semana e o público a ser atingido varia de 1 a 10 mil. Mas se você pagar R$500 para impulsionar, o publico a ser atingido é muito maior, sem contar que seu anúncio permanecerá em circulação por meses.

O que isso tudo significa? Significa que aquele que investe mais em anúncios e oferece soluções melhores que a sua será mais bem sucedido do que você que investe pouco, mesmo que as soluções sejam as mesmas do concorrente.

Como se não bastasse, o concorrente terá uma influencia maior na internet. Porém, o dinheiro investido terá que voltar para o anunciante. R$500 não é pouca coisa apenas para ser visto pelas pessoas. Esse dinheiro terá que voltar. Se você já reparou nisso, sabe muito bem como esse dinheiro volta.

Isso mesmo, através dos cursos que são oferecidos, e-books e espaço para um outro anunciante colocar anuncio no site. Ou seja, quando você investe muito para anunciar, esses anúncios voltarão em forma de acessos em seu site, consequentemente, haverá um maior tráfego, o que serve para outros usuários fecharem parcerias e pagar para colocar os anúncios no site que investiu caro nas redes sociais. É assim que o dinheiro volta.

Para ficar mais fácil, vamos mapear o processo:

  1. Anunciante X investe R$500 ou + para anunciar no Facebook;
  2. Retorno em acessos das pessoas que viram o anuncio no feed;
  3. Aumento do tráfego do site do anunciante X;
  4. O anunciante X oferece uma solução para um problema no próprio site;
  5. A pessoa interessada deve pagar para adquirir a solução (muitas vezes são e-books e cursos online);
  6. Satisfação do publico gera curtidas e comentários na página;
  7. Anunciante Y conhece o anunciante X;
  8. O anunciante Y paga para o anunciante X para exibir o seu anuncio no site do anunciante X;
  9. Os R$500 investidos no Facebook retornam para o anunciante X;
  10. E o ciclo recomeça com o retorno do dinheiro.

Assim seu site fica conhecido rapidamente na internet, e em pouco tempo, seu site será um dos mais visitados. Com a evolução do marketing, basta você saber o que dizer e oferecer para o público que você quer atingir e convencê-los de que a sua solução é a melhor. Caso não seja, você receberá a maior taxa de rejeição do seu público e tudo o que conseguirá criar será mais ódio.

Conforme sua estratégia de anuncio for dando certo, o dinheiro que você ganha com o site será maior com o que você precisa gastar, ou seja, o lucro. Assim, cada vez mais sua estratégia de marketing vai dando certo.

No começo tudo é muito difícil, já que para investir muito, é preciso de muito dinheiro. Esse processo será mais lento se você investir pouco.

A troca de links

Se você tem um blog ou site, provavelmente já deve ter recebido algum pedido de parceria, no qual alguém pede troca de links. Antigamente, o marketing das coisas não era tão sofisticado, então a melhor forma era a troca de links, onde uma pessoa indicava o site de outra para seus leitores. Assim, conforme um site ia se tornando mais popular, os links que esse site possui eram clicados pelo público e o site “vizinho” crescia junto.

Hoje em dia a troca de links ainda funciona, mas deixou de ser o melhor recurso se você pensa em ser conhecido. Para ganhar dinheiro na internet você primeiro deve ter um site popular, depois coloque anúncios e feche parcerias como afiliações. Isso tornará seu site “um depósito de anúncios”, no qual os anunciantes pagarão você para que os anúncios sejam exibidos no seu site.

Mas se seu foco é ser popular, nesse caso, você deve ser o anunciante. Então, você terá que pagar por algum serviço (como o Facebook, google AdWords) ou fechar parceria com alguém que aceite colocar seu anuncio no site. Enfim, no final, sempre há dinheiro envolvido. Esse é a internet que temos hoje em dia.

Como ser conhecido começando com pouco

Um marketing inteligente muitas vezes não precisa de investimentos pesados para ser bem sucedido. Por exemplo, se você tem um pequeno negócio, algo como uma pequena empresa, mas não tem muito dinheiro para investir no marketing, não se preocupe.

No começo as coisas são sempre mais difíceis. Comece investindo pouco, não tenha pressa. Agrade o pequeno público que você já conquistou, pois este pequeno público pode voltar e comprar mais do seu serviço, aos poucos passe a investir mais alto, assim que seu público for crescendo, a demanda também aumenta.

Lembre-se: antes de investir pesado para anunciar, primeiro faça um serviço de qualidade para o pequeno público. Esse público é essencial para dar retorno positivo para seu trabalho. Não adianta nada ser muito conhecido com serviço de péssima qualidade, do que pouco conhecido mas com eficiência no que faz.

Quanto aos seus concorrentes, sempre ofereça diferenciais, como uma “moral da história”. Se você tem uma farmácia, e ao lado seu vizinho tem uma farmácia, aquela que fará sucesso será aquele que oferecer um maior diferencial. Sua farmácia oferece desconto? Você trata bem seus clientes? Você tem aquele remédio para dor nas costas que aquele senhor sempre vem buscar? Mesmo que você não tenha o remédio que a pessoa pediu, você fala “eu vou atrás desse remédio para você, e depois te ligo quando chegar”? Tudo isso faz diferença em relação ao seu vizinho que não oferece desconto, se restringe apenas nos remédios que possui, o horário de trabalho é curto, etc.

Gostou da dica? Deixe seu comentário :D

 

Links úteis:

Vai criar uma loja virtual? Saiba como fazer isso

Programa de afiliados: o que seria?

Quanto é o investimento de um blog?

 

 

O que te motiva, YouTuber?

Enrico Prenholato

Com paixão pela tecnologia e compartilhamento de informação idealizou a criação desse blog. Seu objetivo é compartilhar suas experiências de forma simples e didática aos seus leitores. Profissionalmente realizou cursos de informática, Hardware, Inglês e TI.