Orkut tem seus dias contados

Depois de completar 10 anos, a Google oficializou o fim do Orkut no dia 30 de setembro de 2014. O motivo é pelo sucesso de outros de seus serviços, como o Blogger, YouTube e Google+. Além disso, com a chegada do Facebook, os usuários perderam a preferência do Orkut. Veja abaixo uma breve história do Orkut e o que você deve fazer com seus arquivos armazenados nele.

História

O Orkut foi criado em janeiro de 2004 pelo engenheiro de software turco Orkut Büyükkökten. Ele aproveitou o tempo livre (20% da jornada) que o Google dá aos funcionários para o desenvolvimento de novas ideias.

Com grande adesão de indianos e brasileiros — por sete anos, o serviço foi campeão no segmento no Brasil —, a rede despontou como uma das maiores do mundo, brigando do MySpace, serviço voltado à música que dominou o setor entre 2003 e 2006.

Em dezembro de 2011, contudo, o Orkut perdeu a preferência dos brasileiros para o Facebook, que havia desembarcado havia pouco no país. Ficaria claro, nos anos seguintes, que o Google dedicava pouca atenção ao serviço e que, dessa forma, ele sofreria de “morte natural” — ou seja, seria extinto por falta de interesse de usuários e também de seu proprietário.

Em 2012, o gigante de buscas começou a integrar ainda mais os serviços do Orkut ao Google+, deixando claro que esse seria sua prioridade em matéria de redes sociais.

O que fazer com os meus arquivos no Orkut?

O Google orienta você através do suporte do Orkut, o que acontecerá com a rede social ao longo do tempo: Até o dia 30 de setembro de 2014, você poderá usar a rede social normalmente, podendo jogar, participar das comunidades, conversar, como se nada fosse acontecer.

Depois dessa data, não será possível realizar nenhuma tarefa. Para salvar seus arquivos do Orkut, (scraps, depoimentos e postagens em comunidades) você pode usar o Google takeout, uma ferramenta que exporta seus arquivos para seu computador.

Você pode fazer isso até setembro de 2016. Se você possui um e-mail confirmado com o Orkut, uma mensagem como esta deverá chegar em seu e-mail:

Adeus ao Orkut

Após dez anos de conversas e conexões sociais on-line, nós decidimos que é hora de começar a nos despedir do Orkut. Ao longo da última década, YouTube, Blogger e Google+ decolaram, com comunidades surgindo em todos os cantos do mundo.

O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut e, por isso, decidimos concentrar nossas energias e recursos para tornar essas outras plataformas sociais ainda mais incríveis para todos os usuários. O Orkut não estará mais disponível após o dia 30 de Setembro de 2014. Até lá vamos manter o Orkut no ar, sem grandes mudanças, para que você possa lidar com a transição. Você pode exportar as informações do seu perfil, mensagens de comunidades e fotos usando o Google Takeout (disponível até setembro de 2016).

Um arquivo com todas as comunidades públicas ficará disponível online a partir de 30 de Setembro de 2014. Se você não quiser que seu nome ou posts sejam incluídos no arquivo de comunidades, você pode remover o Orkut permanentemente da sua conta Google.

Para mais detalhes, por favor, visite a Central de Ajuda. Foram 10 anos inesquecíveis. Pedimos desculpas para aqueles de vocês que ainda utilizam o Orkut regularmente. Esperamos que vocês encontrem outras comunidades online para alimentar novas conversas e construir ainda mais conexões, na próxima década e muito além.

Referências: (todos os links para este post e para mais ajuda você encontra aqui)

Google anuncia fim do Orkut, primeira rede social dos brasileiros

Dez perguntas e respostas sobre o fim do Orkut; entenda tudo

Hora de se despedir do Orkut

Adeus ao Orkut

 

Veja também:

O blog é a cobrança da nossa criatividade
Os serviços do Google que auxiliam os blogueiros

Enrico Prenholato

Com paixão pela tecnologia e compartilhamento de informação idealizou a criação desse blog. Seu objetivo é compartilhar suas experiências de forma simples e didática aos seus leitores. Profissionalmente realizou cursos de informática, Hardware, Inglês e TI.