peso morto

Seu blog é um peso morto?

Muitas pessoas que são blogueiras podem apresentar vários problemas e passar por muitos desafios. Conforme o tempo vai passando, ganhamos experiências e melhoramos várias qualidades que antes não possuíamos. Até nossas visões sobre criar um blog de sucesso pode mudar. Quando não temos nada, mas temos a motivação de criar coisas novas, como um blog, percebemos que o trabalho é maior que esperávamos.

Cada blog possui uma “cultura” diferente, que varia de acordo com cada autor que publica conteúdo. A forma como desenvolve o texto, linguajar, interação com o leitor, extensão do post, referências externas, citações, e por aí vai…

O maior desafio de cada autor dos blogs é fazer com que o leitor leia sua matéria até o final. E a única coisa que ele pede em troca é que você divulgue ou comente seu projeto. somente com seu comentário, sua opinião, é que esse leitor saberá, de um jeito ou de outro, o que ele deve melhorar em suas matérias, assim, as futuras postagens dessa pessoa se tornarão melhores e mais elaboradas, com base nos comentários que o público faz.

Porém, não são todas as pessoas que compreendem esse enorme trabalho que o autor teve para desenvolver tal artigo. Por isso, deixam de comentar, deixam de compartilhar, apenas fazem a leitura e vão embora. Num mundo conectado como hoje, apenas um clique pode fazer toda a diferença para alguém.

Pense naquele produtor de conteúdos do YouTube. Ele(a) além de ter todo o trabalho de desenvolver um roteiro, saber o que deve falar, ele(a) ainda tem que fazer uma gravação com o aparelho que estiver ao seu alcance, editar o vídeo, enviar para o YouTube e aguardar as visualizações, curtidas e comentários. Vendo dessa forma, parece uma coisa simples, mas há pessoas que estão enfrentando sua vergonha de aparecer na frente das câmeras, há pessoas que gravam apenas com o celular meia-boca que possuem, há pessoas que não possuem as melhores qualidades de iluminação e áudio para gravar, outras que não possuem um bom editor de vídeos, e outras que não possuem uma internet rápida para enviar um vídeo de 300MB para o YouTube. Depois elas tem que ler comentários de gente falando que o armário atrás da pessoa ficou feio, ou ter que ver gente dando dislike.

Para quem desenvolve blogs não é diferente. Os blogueiros todo o ano tem que pagar o domínio que está hospedando o blog, outros também pagam hospedagem, precisam frequentemente atualizar o blog com conteúdos novos, precisam achar imagens gratuitas na internet para usar no o post, precisam certificar-se que estão bem posicionados no Google, precisam criar páginas nas redes sociais para divulgar o blog, para depois não receber uma visita de alguém para entender do que se trata o assunto do blog.

Até aqui, as pessoas suportam, o problema vem depois. Com esse ritmo de produzir conteúdos semanalmente, divulgar nas redes sociais, estar nos resultados de busca do Google, os blogueiros se acostumam. Porém, passam anos e o blog não chega em 100 likes no Facebook, não há comentários no blog, e as estatísticas chegam no máximo em 30 acessos diários. É desanimador, não é?

Mas, o que esse vazio quer dizer? Seu blog está vivo há anos e mesmo assim não vem uma resposta para você ler? Não seria ótimo fazer uma matéria agora e amanhã pegar sua xícara de chá e ler os comentários feitos pelos seus leitores? O que estamos fazendo de errado para que as pessoas não acessem nossos blogs? Estamos mal rankeados no Google? Nossas matérias não estão respondendo as perguntas das pessoas? Por que ninguém nota nossa existência?

Esta dimensão de perguntas são difíceis de se responder, pois não há uma formula que vá resolver esse tipo de problema. Tudo depende de quem escreve os posts e como lida com o blog. É por isso que, antes de você ver qual é o defeito com o blog, primeiro você precisa ver qual é o defeito em você. Qual a sua maior dificuldade como blogueiro? Todos temos dificuldades, e se caso conseguirmos superá-las, nosso blog pode crescer com muito mais desempenho. Veja abaixo uma lista de dificuldades mais comuns que muitos blogueiros tem:

  • Falta de tempo
  • Não fazer postagens com frequência
  • Falta de habilidade de escrita
  • Não conseguir lucrar (ganhar dinheiro com o blog)
  • Não interagir com o público

Você se encaixa com alguma dessas dificuldades? Se há mais alguma que você tenha e não está listado aqui, comente aí em baixo para que outros possam saber, e quem sabe, ajudá-lo a resolver. Como autor do Mestre de Blogs, confesso que minha dificuldade como blogueiro é fazer não postagens com frequência. Provavelmente, se eu apenas fizesse uma publicação semanal, com data e hora estabelecidos, talvez fosse o suficiente para este blog conseguir mais acessos e seguidores.

Ainda há esperança. Não faça do seu blog um peso morto. Dedicar mais tempo para escrever matérias para o blog pode agradar muitas pessoas. Existem blogueiros por aí que acham que devem escrever em blogs por obrigação. Quando o blog é nosso, fica mais fácil de concertar os problemas apenas mudando nós mesmos. Blogs que são peso morto é para as pessoas que não gostam de escrever, ou que são obrigadas a isso.

Portanto, se você está desanimado com o seu blog, pense de novo. Você não é o(a) único(a) que passa por esse mesmo problema. Não faça do seu blog um peso morto. Tente organizar sua rotina, varie um pouco o conteúdo do seu blog, caso esteja sem ideias para publicar, estabeleça uma frequência de publicação, organize melhor sua rotina, você tem que continuar escrevendo em seu blog, mesmo que as coisas estejam caminhando muito devagar. Em breve você será recompensado com o público comentando, curtindo e compartilhando seu projeto, algo que é muito gratificante para qualquer desenvolvedor de conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *