busca de empregos

Sites de busca de empregos funcionam? Descubra

Quando buscamos uma recolocação no mercado, vários sites de busca de empregos oferecem serviços de envios de currículos, exemplos de sites são a Catho, Vagas, Infojobs entre outros. Este parece ser um ramo lucrativo, já que este tipo de serviço vem crescendo significativamente nos últimos anos. Mas será que realmente funcionam?

Cadastro em sites de busca de empregos

Num primeiro momento, ao acessar o site de busca de empregos, o cadastro do currículo é gratuito, mas quando você tenta se candidatar para uma determinada vaga, você é informado que está disponível apenas para assinantes. Isso acaba sendo um problema, pois para uma pessoa desempregada esse valor pode fazer a diferença, além do que, não há garantias que funcione.

A frustração vem à tona quando sentimos que tínhamos potencial para a vaga em questão, pois possuíamos todas as qualificações apontadas, mas nem chamados somos. A resposta, mesmo que seja negativa, é fundamental para planejamento profissional e busca de melhorias no currículo.

Cadastrar-se em mais de um site de busca de empregos tem, muitas vezes, tem o mesmo resultado de cadastrar-se em somente um, pois a mesma vaga é ofertada em todos eles. Repare pela descrição da vaga, nome da empresa, qualificações descritas em um site e outro, elas não mudam.

Outra situação que incomoda é que a mesma vaga de um mês atrás aparece em aberto novamente. Será que nenhum candidato foi selecionado? Qual o motivo de uma empresa manter em aberto o processo seletivo por tanto tempo se o objetivo deveria ser contratar um profissional qualificado em menor tempo possível. Isso só leva a crer que a vaga não saiu do sistema do site recrutador.

Uma enquete realizada no Linkedin sobre o tema mostra que a maioria não está satisfeita com os serviços prestados. Apesar de alguns comentários mencionarem que obtiveram resultado, como entrevistas e contratação, a maior parcela de comentários mostra uma experiência ruim, sendo que a principal queixa é de que não houve retorno.

Enquanto não temos retorno, o ideal é continuar a se aperfeiçoar profissionalmente e não desistir. O cenário econômico não é o mais favorável, aumentando a cada dia a taxa de desemprego e a concorrência por vagas. A melhor alternativa é manter, dentro do possível, os seus contatos informados sobre a sua situação e qual objetivo você busca, talvez dessa forma, seja maior a probabilidade de recolocação no mercado de trabalho.

Um pensamento em “Sites de busca de empregos funcionam? Descubra”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *