Muitos sites na internet exibem anúncios nas páginas constantemente. Alguns ainda adoram abusar, algo que incomoda muito. Porém existe um grande cuidado que você precisa tomar ao lidar com QUALQUER anúncios na internet por causa do Malvertising.

A internet é um paraíso com armadilhas enterradas. Se você se descuidar pode acabar caindo nesses truques, o que reforça ainda mais a sua necessidade de reforçar a segurança enquanto acessa os sites.

O que é Malvertising?

Em linhas gerais: um malware (vírus) incorporado no script do anúncio. O mais preocupante é que ele pode estar em qualquer anúncio terceirizado da internet, inclusive este blog, pois exibimos anúncios.

Já falamos no post AdBlock: conheça os prós e contras de usar esse serviço específicamente sobre o AdBlock, e como um bloqueador de anúncio funciona.

Pois saiba que o AdBlock não é o único bloqueador de anúncios da internet, existem outras extenções similares (e talvez até melhores), já que ele é a extensão mais popular, e bastante usada nos navegadores na internet.

O trabalho de um bloqueador de anúncios geralmente é, além de bloquear anúncios que incomodam as pessoas, também servem como um filtro para remover as ameaças contidas neles. Mas aí vem um problema que incomoda muitas pessoas que se beneficiam dos anúncios para ganhar dinheiro.

Como se proteger do Malvertising?

A resposta é simples: coloque uma extensão de bloqueador de anúncios confiável (como AdBlock) e navegue na internet sem se preocupar e deixe que a extensão faça o serviço.

Mas sempre tem aquele “do contra” que vai forçar você a desativá-lo para poder navegar na página. Sites assim abrem uma brecha gigantesca para o Malvertising. Não acredita?

Primeiro, como funciona um aníncio: uma empresa oferece para alguém um código para ser colocado no site no qual será anunciado. Toda vez que esse código for clicado por alguém que acessou a página, o código gera uma receita, que recompensa em alguns centavos o site anunciante. Quanto mais cliques, melhor.

O AdSense funciona assim, não necessariamente isso é algo ruim. O problema é que esse mesmo código (também chamado de script) também é usado em milhares de outros sites.

Por isso, quando você busca, por exemplo, alguma loja online para comprar smartphone, não importa qual outro site você acesse, você verá propagandas de outras lojas que também vendem smartphones.

Como os anúncios são incorporado por um script que detecta automaticamente a quantidade de cliques que houveram, esse mesmo script pode conter um script malicioso que o simples fato de ser clicado já infecta seu computador.

Perigoso não? Mas como isso acontece?

Existem vários servidores de publicidade espalhados pelo mundo, se um deles for invadido por um hacker, ele passa a usar a mesma publicidade da empresa, incorporando o código malicioso nele. E isso vai se espalhar por toda a internet que houver o anúncio do servidor infectado. Veja o exemplo:

Esse é um site comum, como qualquer outro site da internet que exibe anúncios

Como você pode ver, a maioria dos sites contém uma estrutura onde posicionam seus anúncios em determidas áreas. Nesse exemplo, este site exibe 3 anúncios independentes.

Se um dos servidores de publicidade for infectado, um
Malvertising será exibido “por baixo dos panos”

Na imagem acima, perceba que, independete de qual site seja, o Ads1 infectará qualquer site cujo o servidor de publicidade exibe anúncios.

Se você navegar com uma extensão que bloqueia anúncios, nenhum anúncio será exibido, portanto é impossível você cair am alguma armadilha

E basta um simples bloqueador de anúncio para te proteger desse perigo, pois como já disse antes, ele pode estar em qualquer banner de anúncio, mesmo de sites confiáveis.

Para piorar, alguns sites forçam você a desabilitar o seu bloqueador de anúncios com a desculpa de receberem dinheiro através publicidade. O que de certa forma, não é culpa deles. Um exemplo é o site da Exame:

E isso pode ser um perigo, pois se você acessa o site deles, que está cheio de publicidade com scripts incorporados, é um paraíso para Malvertising se manifestar. Quanto mais banners de anúncios houver, maiores serão as chances de um vírus se manifestar em um anúncio.

O que você deve fazer?

O site da Exame detecta específicamente se você usa o AdBlock. Se você usa outro bloqueador de anúncio, essa imagem não é exibida.

Mas a Exame não é o único site. Pior ainda, quando você quer acessar sites perigosos como pornô, de downloads (que confundem as pessoas ao identificar o link certo) ou sites piratas também podem exibir banner assim.

Nenhum site deve forçá-lo a desabilitar seu bloqueador de anúncios, apenas recomendar que você desabilite-o. Da mesma forma que você está sujeito a cair nessa armadilha em sites conhecidos, como MSN, Yahoo, G1 e outros portais grandes, isso não é diferente nesses sites.

Usar uma extensão diferente do AdBlock, como o uBlock Origin, disponível para vários navegadores, por ser um bloquador de anúncios menos popular (e eficaz), você pode acessar esses sites sem ver propagandas.

Nota: se você quiser instalar uma extensão, qualquer que seja, instale diretamente no site da loja do seu navegador, como a Chrome Web Store, Microsoft Store, e Firefox Add-ons.

Muitos sites e blogs na internet utilizam-se de scripts de anúncios, Inclusive o Mestre de Blogs. Como só um ou dois banners, a chance de haver um Malvertising aqui é pequena, mas não impossível. Por isso é importante você ficar atento a qualquer banner de anúncio na internet.

Não deixe de Compartilhar!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •